07/07/2022

4:57 AM

A importância do Turismo acessível para pessoas autistas

No dia 02 de abril, foi celebrado o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. Você percebe que cada vez mais tem aumentado o número de diagnósticos clínicos de autismo no mundo? O reconhecimento dessa condição é feito por médicos especialistas e, em 2022, nós presenciamos também um aumento no número de profissionais especializados na área.

Muito se fala em termos de acessibilidade para pessoas com deficiência física: elevadores, sanitários acessíveis, rampas, piso tátil, entre outros. Apesar do autismo estar longe de ser tipificado como deficiência, não podemos tão somente nos ater às normas de construção de rampas para cadeirantes, ou aos critérios que facilitem a vida daqueles com restrições psicomotoras. Além da promoção da acessibilidade por meio da remoção das barreiras arquitetônicas, é necessária também a remoção das barreiras atitudinais, com pessoas sensíveis ao bom lido, à comunicação e ao atendimento exigidos pelos portadores do transtorno. É imperioso que abramos nossos olhos à essa realidade, com a oferta de material turístico acessível e treinamento de colaboradores em todos os setores das atividades turísticas.

Medidas de capacitação de prestadores de serviços, adequação de destinos, atrações turísticas, parques, hotéis e estabelecimentos trazem um enorme ganho social. A interação e a inclusão de pessoas com autismo promovem maior qualidade de vida coletiva. O turismo acessível é uma ótima oportunidade de promover crescimento social e econômico.

Copyright 2022 Resumo da Imprensa © Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Prima Vista Comunicação.