01/07/2022

8:42 PM

Aécio Neves é indiciado por superfaturamento pela Polícia Federal

A Polícia Federal indiciou na tarde desta quinta-feira (7) o deputado federal e ex-governador, Aécio Neves (PSDB-MG), por corrupção passiva e ativa, desvio de recursos públicos e falsidade ideológica, e por ilegalidades cometidas durante a construção da Cidade Administrativa de Minas Gerais. Outras 11 pessoas também foram indiciadas.

De acordo com o relator da PF, o processo de licitação foi encaminhado para que um grupo de empreiteiras ganhasse a licitação. Outros indícios de desvio de recursos públicos através de contratações fictícias serão analisados. A investigação apontou que o prejuízo aos cofres públicos totalizou quase R$ 747 milhões. Os onze indiciados ao lado de Aécio Neves são representantes das empreiteiras envolvidas.

Deixe um comentário

Copyright 2022 Resumo da Imprensa © Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Prima Vista Comunicação.