19/08/2022

2:19 AM

Bolsonaro pretende privatizar os Correios

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (7), que se pudesse, privatizaria imediatamente os Correios, mas que não tem como garantir que conseguirá viabilizar a venda da estatal até o final do seu mandato. “Se pudesse privatizar hoje, privatizaria, mas não posso prejudicar o servidor dos Correios”. Informou o presidente Bolsonaro, ao dirigir-se a saída do Palácio da Alvorada.

Bolsonaro ainda criticou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que transferiu para o Congresso a decisão final sobre a privatização das chamadas “empresas-mãe”, as grandes estatais, como os Correios. “Você mexe nessas privatizações com centenas, milhares, dezenas de milhares de servidores. É um passivo grande, você tem que buscar solução para tudo isso, não pode jogar os caras para cima, eles têm que ter as suas garantias. Você tem que ter um comprador para aquilo. É devagar, você tem o TCU (Tribunal de Contas da União) com lupa em cima de você. Não são fáceis as privatizações. Não são fáceis”.

O presidente completou informando que as privatizações estão em “boas mãos”, referindo-se ao ministro da Economia, Paulo Guedes, e ao Secretário de Desestatização, Salim Mattar.

Deixe um comentário

Copyright 2022 Resumo da Imprensa © Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Prima Vista Comunicação.