25/05/2022

10:49 PM

Câmara aprova PEC que torna Fundeb permanente

A Câmara dos Deputados aprovou ontem (21) a proposta de emenda à Constituição que torna o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) permanente (PEC 15/15). Agora o texto segue para apreciação dos senadores.  

Após negociação de modificações do texto da PEC com governo federal, a relatora da proposta, deputada Professora Dorinha (DEM-TO), subiu a complementação da União para 23% em 2026, dos quais cinco pontos percentuais são destinados especificamente para educação infantil.

“Em um esforço de alcançar o consenso amplo que incorporasse elementos da proposta do governo, apresentada em julho de 2020, acordamos em uma complementação final de 23% em seis anos, com a priorização para educação infantil, etapa de ensino onde se concentra a maior demanda não atendida pelo sistema público de ensino. Isso trará grande impacto para a educação da primeira infância”, disse a relatora. 

Deixe um comentário

Infectologistas alertam pacientes com quadros respiratórios graves como asmáticos e portadores de doenças pulmonares crônicas. As recomendações são para esses pacientes estarem em contato com seus médicos, já que, independentemente do novo coronavírus, eles devem ser acompanhados constantemente.

“Por serem pacientes crônicos eles já devem ter um acompanhamento próximo com o especialista, cada um deles deve ligar para o seu médico para saber que esquema de tratamento deve seguir em caso de crise. Normalmente, eles usam corticoides inalatórios e broncodilatadores, mas cada uma dessas medições tem sua forma de usar, suas dosagens, diferentes tipos, então nada melhor que combinar isso com os médicos que os assistem”, alertou José Davi Urbaez, diretor científico da Sociedade de Infectologia do Distrito Federal.

O especialista em doenças infecciosas, doutor Hemerson Luz, acrescenta que para esses pacientes, o atendimento em emergências deve ser a última opção. “Com a teleconsulta liberada pelo Conselho Federal de Medicina é possível falar com um profissional médico ou com seu próprio médico, relatar o que está acontecendo e receber orientações. Se não houver melhora deve encaminhar-se ao atendimento presencial.

Lembrando que pessoas com hipertensão, diabetes e problemas cardíacos também precisam adotar cuidados em dobro para evitar a infecção pela covid-19. 

Copyright 2022 Resumo da Imprensa © Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Prima Vista Comunicação.