28/05/2022

6:37 AM

Cientista iraniano foi morto por arma acionada com controle remoto

O cientista nuclear iraniano, Mohsen Fakhrizadeh, assassinado na última sexta-feira (27), foi atingido por uma metralhadora manuseada por controle remoto e operada de um carro, à distância, segundo informações divulgadas ontem (30) pela agência de notícias semioficial Fars.

Fakhrizadeh foi baleado quando seu carro foi crivado de balas em uma rodovia próxima de Teerã. O Irã acusa Israel pela autoria do crime. O líder supremo aiatolá Seyyed Ali Khamenei e outros prometeram vingança.

Deixe um comentário

Copyright 2022 Resumo da Imprensa © Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Prima Vista Comunicação.