25/05/2022

11:34 PM

Conselho de Direitos Humanos da ONU se reúne na quinta sobre a Ucrânia

O Conselho de Direitos Humanos da ONU organizará na quinta-feira, a pedido da Ucrânia e com o apoio de quase 60 países, uma sessão extraordinária sobre “a deterioração da situação dos direitos Humanos na Ucrânia” após a invasão russa.

“Hoje pedimos uma sessão especial do Conselho de Direitos Humanos da ONU para examinar a deterioração da situação dos direitos Humanos na Ucrânia”, disse a embaixadora ucraniana na ONU, Yevheniia Filipenko, em um vídeo postado no Twitter.

Pouco depois, as Nações Unidas indicaram que a reunião ocorrerá em 12 de maio e especificou que o pedido de Kiev foi apoiado por 15 outros Estados-membros do Conselho, incluindo México, Japão, França, Estados Unidos, Gâmbia e Polônia, e por 36 países observadores, como Bulgária, Hungria, Suíça e Turquia.

“Juntos, estamos enviando outra mensagem forte a Putin e seu grupo de criminosos de guerra: estão isolados como nunca antes”, disse Filipenko.

No Twitter, a missão da Ucrânia na ONU pediu ao Conselho de Direitos Humanos que “atue em resposta às horríveis violações de direitos Humanos e crimes de guerra cometidos pela Rússia na Ucrânia”.

“Queremos que a ONU tome medidas concretas para combater as violações dos direitos humanos cometidas pela Rússia na Ucrânia e os crimes de guerra que comete diariamente contra o nosso povo”, exigiu Filipenko.

A embaixadora solicitou que a Comissão de Investigação estude “os crimes cometidos pela Rússia em Bucha e em outras áreas libertadas”.

Em março, o Conselho de Direitos Humanos adotou por maioria esmagadora uma resolução decidindo a criação de uma comissão internacional independente de inquérito.

 

Por Uol Notícias

Copyright 2022 Resumo da Imprensa © Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Prima Vista Comunicação.