07/07/2022

5:03 AM

Covid-19: pesquisadores da UFMG estão desenvolvendo teste rápido, mas faltam de recursos

Pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) estão desenvolvendo um teste rápido para diagnosticar a Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Se conseguirem, poderá ser o primeiro teste criado no país.

“Nossa intenção é produzir um teste com menor custo possível para viabilizar ampla distribuição pelo Ministério da Saúde. O custo deverá ser de no máximo R$ 5 por paciente”, afirmou Rodolfo Giunchetti, professor que está à frente do projeto.

A pesquisa está sendo possível devido a existência de reagentes no laboratório, mas faltam recursos para sua conclusão. De acordo com o professor, cerca de R$ 1,5 milhão são necessários para que, em aproximadamente 2 meses, eles estejam disponíveis.  Atualmente, se for feito em uma clínica particular em Belo Horizonte, o teste para detectar a Covid-19 custa em torno de R$ 300. Na tentativa de levantar o dinheiro, os pesquisadores estão arrecadando doações pela internet.

“Minha expectativa é que após recebermos algum recurso para ter alguém 100% dedicado, teremos os primeiros resultados em 30 dias. Em tempo de ajudar na pandemia, no pior momento que ainda está por vir”, disse Giunchetti.

Outras universidades brasileiras também estão trabalhando para desenvolver um teste rápido para que o governo federal não precise depender de outros países. 

Deixe um comentário

Copyright 2022 Resumo da Imprensa © Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Prima Vista Comunicação.