02/07/2022

8:45 AM

EUA alertam para tentativas de ‘escalada de tensões’ em região da Moldávia

Os Estados Unidos alertaram nesta terça-feira (27) para tentativas de “escalada de tensões” após uma série de explosões na região separatista moldava pró-russa da Transnístria, fronteiriça com a Ucrânia. “Continuamos preocupados com qualquer tentativa potencial de escalada de tensões”, disse a jornalistas o porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, sem atribuir a autoria das explosões a Moscou.

“Não sabemos todos os detalhes”, acrescentou Price. “Reiteramos o apelo à calma do governo moldavo em resposta a esses incidentes e apoiamos plenamente a integridade territorial e a soberania da Moldávia”, acrescentou. Transnístria se separou da Moldávia após uma breve guerra civil em 1992, depois do desmembramento da União Soviética, da qual tanto Moldávia como Ucrânia faziam parte.

A região separatista, de aproximadamente 500.000 habitantes, tem sua própria moeda, mas é extremamente dependente da Rússia, que fornece gratuitamente gás e tem 1.500 militares mobilizados neste território. As explosões recentes tiveram como alvo o ministério de Segurança do Estado, uma torre de rádio e uma unidade militar e ocorreram dias depois que um comandante russo afirmou que os habitantes da Moldávia que falam russo estavam sendo oprimidos.

Essas declarações geraram preocupação na Moldávia, já que Moscou disse o mesmo depois de invadir a Ucrânia em 24 de fevereiro. O secretário de Estado americano, Antony Blinken, viajou para Moldávia pouco depois da invasão da Ucrânia como parte de uma demonstração de apoio, tanto à soberania do país como aos seus esforços para acolher os refugiados.

 

 

Por Uol Notícias

Copyright 2022 Resumo da Imprensa © Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Prima Vista Comunicação.