28/05/2022

8:16 AM

Forças de segurança iranianas acusadas de disparos para dispersar manifestantes em Teerã

Vídeos publicados nesta segunda-feira (13) mostram forças de segurança iranianas disparando para dispersar manifestantes que protestavam contra a República Islâmica, depois que o país derrubou por engano um avião ucraniano na semana passada em de Teerã.

Não houve relatos imediatos na mídia estatal iraniana sobre o incidente perto de Azadi, ou na Praça da Liberdade, em Teerã. Os vídeos foram enviados ao Centro de Direitos Humanos de Nova York e posteriormente verificados pela Associated Press. Eles mostram uma multidão de manifestantes fugindo, quando uma lata de gás lacrimogêneo pousou entre eles. As pessoas tossem e espirram enquanto tentam escapar da fumaça.

Em outro vídeo, uma mulher é carregada e uma trilha de sangue pode ser vista no chão. Aqueles ao seu redor gritam que ela foi baleada na perna por munição real.

Hossein Rahimi, chefe da polícia de Teerã, disse em comunicado que a polícia “não atirou” e apenas seguiu ordens para conter os protestantes.

 

 

Deixe um comentário

Copyright 2022 Resumo da Imprensa © Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Prima Vista Comunicação.