21/05/2022

7:15 AM

Governo inicia obras no 4° andar do Palácio do Planalto

A partir da próxima segunda-feira (21/3), o quarto andar do Palácio do Planalto, sede do governo federal, será interditado para reformas que visam adaptar o espaço e acrescentar oito salas. O custo total da obra, segundo a Secretaria-Geral (SG) da Presidência da República, é de R$ 1,4 milhão.

O governo afirma que a reforma recebeu autorização do Instituto de Patrimônio Histórico (Iphan) e do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal (CMBDF).

Projetado por Oscar Niemeyer, o Planalto é um dos edifícios tombados como Patrimônio Cultural do Brasil, o que significa que intervenções como reformas e restauros só podem ser realizadas depois de autorização Iphan.

Para evitar a interrupção do expediente dos servidores, a obra vai acontecer de segunda a sexta-feira, no período noturno, das 22h às 5h. Ainda assim, funcionários da Casa Civil, Secretaria de Governo, Gabinete de Segurança Institucional e Secretaria-Geral da Presidência terão que ser realocados para outros locais.

“O projeto foi elaborado atendendo à demanda para a criação de novas salas administrativas, visando a melhor distribuição do espaço em relação da força de trabalho sediada no edifício”, diz a SG, em nota.

Obras de arte e móveis deverão ser retirados e os forros das alas oeste e leste serão abertos. Enquanto os serviços são realizados, as instalações ficarão parcialmente aparentes.

As obras serão realizadas em três etapas: a primeira com duração de 60 dias; a segunda, de 90 dias; e a terceira, de 30 dias. Com isso, a previsão é que a reforma esteja concluída até setembro deste ano.

 

Por Metrópoles

 

Copyright 2022 Resumo da Imprensa © Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Prima Vista Comunicação.