19/08/2022

2:39 AM

Lava Jato denuncia ex-presidente Lula pela 4ª vez

O ex-presidente Lula, o ex-ministro da Fazenda, Antônio Palocci, e o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, são suspeitos de lavagem de dinheiro, segundo nova denúncia da força-tarefa da Lava Jato de Curitiba. O crime teria ocorrido por meio de doações da Odebrecht que dissimulam o repasse de R$ 4 milhões, entre os anos de 2013 e 2014.

Segundo os procuradores do Ministério Público Federal (MPF) que assinam a denúncia, teriam sido realizados quatro repasses pelo Grupo Odebrecht no valor de R$ 1 milhão cada, sob a forma de doação formal ao Instituto Lula.

A defesa do ex-presidente informa que a peça “busca criminalizar quatro doações lícitas devidamente documentadas por meio recibos emitidos pelo Instituto Lula — que não se confunde com a pessoa do ex-presidente — e foram devidamente contabilizadas.”

Deixe um comentário

Copyright 2022 Resumo da Imprensa © Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Prima Vista Comunicação.