26/05/2022

11:25 AM

MPDFT investiga fraudes na Saúde na gestão de Agnelo Queiroz

O Ministério Público do Distrito Federal (MPDFT) deu início nesta quinta-feira (23) uma operação que investiga o pagamento de propina na contratação de leitos para a rede pública de saúde na gestão do ex-governador Agnelo Queiroz (PT).

Segundo a apuração, Agnelo e o ex-secretário de saúde do DF, Rafael Barbosa – nos cargos públicos entre 2010 e 2014 – teriam sido favorecidos por um repasse de 10% sob o valor de R$ 4.620.000,00 referente ao contrato, o que equivale a R$ 462 mil.

Na operação que ocorreu nesta manhã, uma mala cheia de dinheiro foi apreendida, com notas em real e dólar. Ela estava em endereço ligado à Adriana Aparecida Zanini, vice-presidente do Instituto Brasília Para o Bem-Estar do Servidor Público (IBESP), para onde os valores teriam sido transferidos.

Deixe um comentário

Copyright 2022 Resumo da Imprensa © Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Prima Vista Comunicação.