04/07/2022

2:13 AM

Polícia Federal realiza hoje 2 operações contra fraudes no Ceitec

O Centro Nacional de Tecnologia Eletrônica Avançada (Ceitec), empresa vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, é alvo de investigações que apuram fraudes em contratações, sonegação de impostos e lavagem de dinheiro. A Polícia Federal deflagrou hoje cedo (29) as operações Silício e Macchiato, com 29 mandados de busca e apreensão nas capitais de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, além das cidades de Jaguariúna (SP), Santana de Parnaíba (SP), Vargem Grande Paulista (SP), Nova Lima (MG) e Machado (MG).

O Ceitec está sediado em Porto Alegre, e seus diretores foram afastados pela Justiça, com o bloqueio de cerca de R$ 100 milhões. Em junho de 2020, em coletiva de imprensa com representantes do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos, Martha Seillier, secretária especial de PPI, disse que recomendaria a liquidação da empresa ao presidente da República, Jair Bolsonaro. O então secretário executivo do MCTIC, Julio Semeghini, disse à época que o quadro técnico qualificado da empresa deveria ser transferido para o ministério.

“O investimento na Ceitec é de mais de R$ 800 milhões ao longo dos anos, e os resultados não têm sido atingidos. A empresa fatura cerca de R$ 15 milhões, e tem um orçamento por ano de R$ 86 milhões”, comentou Semeghini.

 

Deixe um comentário

Copyright 2022 Resumo da Imprensa © Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Prima Vista Comunicação.