19/08/2022

2:59 AM

Presidente ucraniano pede ajuda; mísseis russos atingem Kiev

Mísseis russos atingiram a capital ucraniana nesta sexta-feira (25). Volodymyr Zelenskiy, presidente da Ucrânia, pediu à comunidade internacional que faça mais e afirmou que sanções as anunciadas até agora não são suficientes.

As sirenes de ataque aéreo soaram na cidade de 3 milhões de pessoas, algumas delas abrigadas em estações de metrô, um dia depois que o presidente russo, Vladimir Putin, iniciou a invasão que chocou o mundo.

Um alto funcionário ucraniano afirmou que as forças russas devem entrar em áreas fora da capital, ainda hoje, e que as tropas ucranianas defendem posições em quatro frentes, apesar da desvantagem numérica.

“Como podemos passar por isso no nosso tempo? O que devemos pensar? Putin deveria queimar no inferno junto com toda sua família”, disse Oxana Gulenko, enquanto limpava vidros quebrados de seu quarto. Um vizinho, o veterano do Exército soviético Anatoliy Marchenko, 57 anos, não conseguiu encontrar seu gato que havia fugido durante o bombardeio.

“Conheço pessoas lá, são meus amigos”, disse ele sobre a Rússia. “O que precisam de mim? Uma guerra chegou à minha casa e pronto.”

Testemunhas disseram que explosões estrondosas puderam ser ouvidas em Kharkiv, a segunda maior cidade da Ucrânia, perto da fronteira com a Rússia, e sirenes de ataque aéreo soaram sobre Lviv, no Oeste. As autoridades relataram fortes combates na cidade de Sumy, no Leste. 

Copyright 2022 Resumo da Imprensa © Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Prima Vista Comunicação.