21/05/2022

5:57 AM

Remédio para malária apresenta bons resultados no tratamento contra coronavírus

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou em entrevista coletiva ontem (19), que um medicamento usado há anos para tratar a malária e doenças reumatológicas é a aposta do governo americano contra o novo coronavírus.

Hidroxicloroquina, cloroquina e remdesivir. Esses são os medicamentos que, de acordo com estudos científicos, podem ser eficazes no combate ao vírus que desencadeou a pandemia.

Trump ordenou prioridade máxima para Agência dos Estados Unidos que regula medicamentos (FDA). A ideia é que isso aconteça enquanto a vacina está sendo desenvolvida.

Em uma pesquisa realizada na França com 20 voluntários infectados pelo Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, receberam a hidroxicloroquina. Alguns deles ainda tomaram azitromicina, um fármaco usado contra diferentes infecções. Seis dias após a infecção, 100% dos pacientes que fizeram o uso associado de hidroxicloroquina com azitromicina estavam curados. Entre os que só receberam a hidroxicloroquina, o número foi de 57,1%. Outro estudo clínico com mais 1,5 mil pessoas liderado pela Universidade de Minnessota está começando nos Estados Unidos.

Deixe um comentário

Copyright 2022 Resumo da Imprensa © Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Prima Vista Comunicação.