18/08/2022

7:49 AM

Senadores mudam cálculo da aposentaria

Os líderes do Senado Federal concordaram em criar um prazo de cinco anos para que as regras de cálculo dos benefícios dos aposentados já aprovadas na reforma da Previdência passem a valer.
Durante esse período, ocorrerá um aumento gradual do percentual de contribuições, levando-se em consideração o cálculo do valor do benefício. Essa alteração ainda precisará passar pela Câmara, e tende a diminuir a economia prevista com a reforma.
O Senado aprovou que, até janeiro de 2022, continuará valendo a sistemática anterior à reforma, que considera a média das 80% maiores contribuições, desconsiderando as 20% menores. Essa mudança beneficia quem está próximo da aposentadoria.

De 2022 até 2025, o benefício será definido com base nas 90% maiores contribuições. A partir daí, passarão a ser levados em conta 100% do histórico de contribuição dos segurados.

Divulgada em novembro, a reforma da previdência prevê uma economia de R$ 800 bilhões em 10 anos. A contagem do tempo para estabelecer a parcela do benefício a que o trabalhador terá direito continua a mesma: 60% sobre a média das contribuições, e mais 2% para cada ano adicionado que exceder 15 anos de contribuição para mulheres e 20 anos para os homens.

Deixe um comentário

Copyright 2022 Resumo da Imprensa © Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Prima Vista Comunicação.