21/05/2022

7:12 AM

Sputnik V induziu resposta imune e não teve efeitos adversos, informa estudo publicado na ‘The Lancet’

Estudos preliminares apresentados nesta sexta-feira (4) pela revista “The Lancet”, uma das mais importantes do mundo, mostrou que a vacina russa para a Covid-19, nomeada “Sputnik V”, não apresentou efeitos adversos e induziu resposta imune.

Segundo os resultados publicados, referentes às fases 1 e 2, não houve efeitos adversos até 42 dias depois da imunização dos voluntários, e todos desenvolveram anticorpos para o novo coronavírus (Sars-CoV-2) dentro de 21 dias. A vacina foi testada em 76 pessoas.

“Em setembro, também serão entregues para publicação os dados completos dos testes da vacina em animais – primatas, hamsters sírios, ratos transgênicos, nos quais a vacina mostrou 100% de eficiência (os resultados nos primatas e hamsters sírios foram obtidos antes dos testes clínicos). Os primeiros resultados dos testes clínicos pós-registro [terceira fase], com a participação de 40 mil voluntários, serão publicados em outubro-novembro”, disseram os desenvolvedores da vacina, Aleksandr Gintsburg e Denis Logunov, do Centro Gamaleya.

Deixe um comentário

Copyright 2022 Resumo da Imprensa © Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Prima Vista Comunicação.