26/05/2022

8:54 PM

Twitter anuncia novas medidas de combate a fake news nas eleições

Consagrado como plataforma de discussões políticas, espaço público para divulgação de opiniões e, mais recentemente, como área para exposição de ações políticas ou de governo, o Twitter lança nesta segunda-feira (1º/4), um pacote de ações que visam proteger as eleições no Brasil.

Após amplo estudo do pleito e da importância de informações de qualidade na internet, o Twitter decidiu ir além da parceria firmada com Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra fake news e lançar a Política de Integridade Cívica. Dentro do pacote, haverá medidas contra propagação de ódio, para combater spam e manipulação da plataforma, verificação de candidatos, além de políticas educacionais para conscientizar a população.

“Temos de entender que o Twitter tem regras. Nossa preocupação é garantir que as conversas no Twitter não serão prejudiciais às pessoas de exercerem o direito delas como eleitores. Um exemplo muito claro dessa violação são os rumores para desincentivar a votação ou provocar descrédito ao processo eleitoral”, exemplificou a líder da área de Políticas Públicas do Twitter no Brasil, Daniele Kleiner.

Pilares

Daniele concedeu entrevista ao Metrópoles e falou sobre os principais pilares das medidas adotadas pelo Twitter. Uma das primeiras ações será a identificação de candidatos por meio da inclusão de etiquetas em contas de postulantes a cargos eletivos.

Aqueles oficialmente registrados no TSE, que concorrem aos cargos de presidente, governador, senador, deputado federal ou distrital terão uma nova “certificação”.

A iniciativa do Twitter se baseará em dados públicos dos registros de candidatos no TSE. As etiquetas nos perfis de candidatos não serão opcionais e não poderão ser removidas, com data de expiração prevista para alguns dias depois do último turno da eleição.

Curadoria e retirada de conteúdo

Conteúdos com informações prejudiciais ao pleito no Brasil, que sejam falsas ou disseminem o ódio podem ser removidas e, dependendo da conduta do usuário, podem levá-lo a ser banido.

Político, candidato ou cidadão comum, qualquer um pode ser banido do Twitter por infringir as condutas da plataforma ou a lei.

“O Twitter tem várias regras que não permitem políticas de manipulação, de criar engajamento falso na plataforma, ou discurso de ódio. A Política de Integridade Cívica tem uma camada extra para proteger o conteúdo do processo eleitoral”, completou Daniele Kleiner.

O conteúdo pode ser marcado como falso e até mesmo removido. “No geral, conteúdos removidos são aqueles que podem causar danos. A permanência dele pode causar uma situação prejudicial”, ressaltou a líder da área de Políticas Públicas do Twitter no Brasil.

Segundo ela, todas as medidas judiciais serão obedecidas com a celeridade demandada por um período eleitoral.

Soluções

Para ampliar o acesso das pessoas a contextos relevantes sobre os mais diversos assuntos no âmbito das eleições, o Twitter produziu algumas soluções. Confira:

  • Pre-bunks Moments: conjunto de tuítes com informações confiáveis, de fontes de credibilidade. Serão apresentados na aba Explorar e na área de buscas (acessadas pelo símbolo da lupa);
  • Debunks Moments: tuítes que esclarecem, contrapõem ou contextualizam narrativas desinformativas surgidas na plataforma no decorrer do caminho;
  • Seção especial sobre eleições (similar à existente sobre Covid-19) com os fatos mais recentes no topo da aba Explorar. Essa seção centralizará os principais conteúdos de curadoria, como Moments, temas com alto volume de conversas no momento, pre-bunks e listas de contas relacionadas ao tema.
  • Todas as iniciativas do Twitter para as eleições estarão listadas em uma nova página especial na Central de Ajuda do Twitter. Isso incluirá todas as novidades sobre o que o Twitter está fazendo para proteger a integridade da conversa sobre as eleições brasileiras. A página será atualizada frequentemente, servindo como fonte de informação confiável sobre as ações do Twitter e apoiando nossos esforços de transparência.
  • A partir de julho serão promovidas campanhas no Twitter para orientar as pessoas sobre como identificar e lidar com desinformação, além de dar dicas úteis a respeito de nossas regras e funcionalidades.

 

Por Metrópoles

Copyright 2022 Resumo da Imprensa © Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Prima Vista Comunicação.