18/08/2022

8:23 AM

União Europeia propõe proibir todas as importações de petróleo russo

União Europeia anunciou o sexto pacote de sanções contra a Rússia por causa da invasão à Ucrânia. De acordo com Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, uma das questões cruciais será a interrupção completa de importação do petróleo russo.

Segundo Leyen, será uma proibição completa da compra do petróleo russo, marítimo e oleoduto, bruto e refinado.

“Garantiremos a eliminação gradual do petróleo russo de forma ordenada, de forma a permitir que nós e nossos parceiros garantam rotas alternativas de abastecimento e minimizem o impacto nos mercados globais. É por isso que eliminaremos gradualmente o fornecimento russo de petróleo bruto dentro de seis meses e produtos refinados até o final do ano”, explicou Leyen.

Para que as medidas comecem a ser tomadas, no entanto, é preciso unanimidade entre as 27 nações que compõem a União Europeia. Entretanto, a Eslováquia afirmou que vai se isentar e a Hungria disse que o fornecimento de energia dentro dessas sanções é um “sinal vermelho” para eles.

O pacote também pede o nome de oficiais militares de alta patente e outras pessoas suspeitas ​​de cometer crimes de guerra em Bucha, assim como os responsáveis ​​pelo cerco de Mariupol. E proíbe que três emissoras estatais russas transmitam em ondas de rádio da União Europeia.
 
 
Por Metrópoles

União Europeia propõe proibir todas as importações de petróleo russo

União Europeia propõe proibir todas as importações de petróleo russo

Copyright 2022 Resumo da Imprensa © Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Prima Vista Comunicação.