01/07/2022

6:39 PM

WT: Social, a nova rede social anti-Facebook

Jimmy Wales, fundador da Wikipedia, criou o WT: Social, uma nova rede social que ele quer transformar no “anti-Facebook”.

As informações no site da plataforma afirmam que nunca venderão dados dos seus usuários, e que se baseia na “generosidade de doadores individuais”, opondo-se aos anúncios para garantir sua existência.

O WT:Social se define como um site “focado em notícias”, e afirma que os seus membros podem editar notícias “enganosas” conhecidas como fake news. Com mais de 200 mil seguidores, a nova rede social já conta com uma lista de espera para novos usuários, isso devido à capacidade limitada do seu servidor.

Entrevistado pela Financial Times, Jimmy definiu como “problemático” o modelo atual de negócios baseado na publicidade oferecida pelos gigantes da tecnologia nas redes sociais.

Para fazer parte é necessário registrar-se. O pretendente será adicionado a uma lista de espera e uma solicitação será feita para que ele convide outras pessoas, ou ainda escolha uma opção de assinatura paga, que fica entre U$ 13 mensais ou U$100 anuais. Os membros poderão ver os artigos que seus contatos compartilham em formato de “timeline” (mural), onde os mais recentes aparecerão primeiro, e não na ordem dos seus interesses.

Jimmy afirmou: “Vamos promover um ambiente em que aqueles que agem mal serão removidos porque isso é o correto, não porque isso repentinamente afeta nossos resultados.” A WT: Social é uma plataforma independente da Wikipedia.

Deixe um comentário

Copyright 2022 Resumo da Imprensa © Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Prima Vista Comunicação.